José Penedos diz que só fala no fim do processo

O arguido do processo Face Oculta disse hoje, à entrada do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), onde foi chamado para prestar declarações, que só fala com a comunicação social "no fim do processo".

Em passo apressado, José Penedos, ex-presidente da REN, chegou ao TCIC às 9.15 onde vai responder nesta fase de instrução a pedido de outros dois arguidos, também funcionários da REN à altura dos factos, dizendo aos jornalistas que só fala no fim do processo.

Porém, um dos seus advogados, Rui Patrício, garantiu que José Penedos está disponível "para responder a todas as perguntas de quem quer que seja " e que o seu cliente vai esclarecer tudo o que o houver para esclarecer, apesar de ter sido chamado ao TCIC pela defesa dos arguidos Vítor Batista e Fernando Santos.

"Estamos dispostos a responder a todas e quaisquer perguntas", afirmou Rui Patrício, lembrando que José Penedos já respondeu duas vezes no inquérito. "Vamos manter a estratégia da defesa. O interrogatório do arguido é apenas um passo, há muitos documentos e muitas testemunhas". José Penedos está acusado de dois crimes de corrupção e dois de participação em negócio.

Entretanto, o advogado dos dois arguidos que pediram a presença de José Penedos na fase de instrução explicou que, com o depoimento do ex-presidente da REN, pretende desmontar a estratégia da acusação.

"Toda a tese que está montada assenta numa lógica especulativa que provavelmente por falta de informação a acusação vem montar. Todas as diligências requeridas no último mês mostram que, em relação à REN, essa rede não tem razão de ser", explicou Joaquim Macedo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG