México acredita que é possível conter a doença

O México acredita que é possível conter a propagação do vírus da gripe suína e que esta não tenha um impacto mais importante, declarou sábado o ministro mexicano das Finanças, Agustin Carstens.

"Pensamos que pode ser contida e não ser demasiado importante", afirmou Carstens a propósito do vírus, à margem da reunião semestral do Fundo monetário internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM).

"O governo age com força e determinação" acrescentou.

O vírus da gripe suína, ao qual a Organização Mundial da Saúde (OMS) atribui "um potencial pandémico", e que as autoridades sanitárias norte-americanas consideram que "não pode ser contido", é já oficialmente responsável por 20 mortos no México, onde é fortemente suspeito de 48 outras mortes, tendo em conta os sintomas das vítimas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG