81 mortes suspeitas no México, 20 por gripe suína

O último balanço da gripe suína no México está em 81 mortes suspeitas desde 13 de Abril, 20 das quais foram confirmadas como provocadas pelo vírus, declarou sábado o ministro mexicano da Saúde, José Angel Cordova.

Para além disso, 1.324 pacientes foram colocados ou estão ainda sob vigilância médica, acrescentou o ministro em conferência de imprensa.

Cordova anunciou o prolongamento do encerramento dos estabelecimentos escolares e universitários, em vigor desde a passada sexta-feira.

A reabertura está prevista para quarta-feira 06 de Maio, precisou.

Esta medida refere-se à capital, o Estado de México e ao Estado vizinho de San Luis Potosi, região do país mais afectada pelo vírus após a megalópole, aglomeração com mais de 20 milhões de habitantes, acrescentou.

O ministro pediu "a colaboração" dos organizadores para "a suspensão total" das manifestações públicas previstas para "espaços abertos ou fechados, qualquer que seja a sua natureza, bem como nos centros de culto religiosos".

Cordova já tinha anunciado sexta-feira o encerramento dos museus e teatros até nova ordem, e que essa ordem devia durar pelo menos uma semana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG