Fazer o bem é rock 'n roll? O Rock in Rio diz que sim

No festival de música, cuja segunda etapa arranca hoje com concertos de Expensive Soul, Ivete Sangalo, Maroon 5 e Lenny Kravitz, proteger o ambiente resulta em dinheiro para ajudar quem mais precisa.

"Nunca mais é sexta-feira" foi o que mais se ouviu esta semana pelos corredores da escola de Castro Daire, em Viseu, terceira classificada na Gincana Rock in Rio, face vísivel do projeto de sustentabilidade do festival. Para isso, recolheram toneladas de plástico, eletrodomésticos em fim de vida, venderam pulseiras, pouparam nas faturas da água e na luz e responderam a perguntas de cultura geral.

Foram 572 as escolas que participaram na Gincana Rock in Rio e que hoje pisam o chão do parque da Bela Vista, em Lisboa. Os "miúdos" da Castro Daire são 75 entre os 1300 premiados pelo festival, graças ao projeto Por um Mundo Melhor, em marcha desde 2001.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG