Bruce Springsteen e as coisas que ficam para sempre

O músico norte-americano Bruce Springsteen disse no domingo em Lisboa que "há coisas que ficam para sempre", e o concerto no festival Rock in Rio poderá ser uma delas, pelo menos para 81 mil pessoas.

Bruce Springsteen, que já não vinha a Portugal há vinte anos, entrou em palco num registo épico com as canções "We take care of our own", "Wrecking ball" e "Badlands", quase sem pausas.

Num português irrepreensível, Bruce Springsteen cumprimentou o público com um "Boa noite, Lisboa! Como estão?", e foi recebido em delírio.

Apesar de alguns rostos cansados, por tantas horas de espera, pairava uma certa onda de felicidade entre os fãs.

"Esta música é sobre coisas que vão e coisas que ficam para sempre", disse Bruce Springsteen ao apresentar a música "My city of ruins".

O concerto em Lisboa, que faz parte da digressão do álbum "Wrecking Ball", figurará entre os que tiveram maior audiência, na Europa.

O músico promete três horas de concerto e deverá deixar para o final os êxitos ""Born in the USA", "Born to run" e "Glory Days".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG