WhatsApp requer partilha de dados com Facebook. Apps rivais Signal e Telegram "voam" em Portugal

Utilizadores do WhatsApp são obrigados desde início do ano a aceitar partilha de dados com o Facebook, senão não podem usar a app a partir de 8 de janeiro. Utilizadores europeus partilham menos e apps rivais Signal e Telegram disparam em utilizadores.

Milhões de utilizadores do WhatsApp em todo o mundo (julga-se que existem mais de cinco milhões em Portugal e 2 mil milhões a nível global) depararam-se no início deste ano com uma mensagem clara, ou aceitam partilhar alguns dados que a app de mensagens recolhe sobre eles com o Facebook ou deixam de poder usar o serviço a partir de 8 de fevereiro (quem ainda não aprovou pode fazê-lo até dia 8).

Essa nova obrigatoriedade, que chega na sequência da Apple ter começado a exigir às apps que discriminem na sua descrição da App Store todos os dados que recolhem, acaba por não ter uma aplicação tão clara na Europa - graças ao RDPG, ainda assim, os utilizadores têm de aceitar as condições de partilha de alguns dados com o Facebook, mesmo que eles não sejam para efeitos de publicidade personalizada.

Neste contexto, as apps de mensagens rivais e que recolhem bem menos dados que o WhatsApp - e muito menos do que o Facebook - dispararam no número de descargas nas lojas de apps em Android e iOS e não foi só nos EUA, o fenómeno chegou mesmo a Portugal.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG