Venezuela: Governo admite preparar planos para saída de portugueses

João Gomes Cravinho evita falar em envio de militares mas assume proximidade com a posição de países como Espanha, França e Itália.

O ministro da Defesa disse na noite de quarta-feira que, se a situação na Venezuela justificar, terão de existir planos para apoiar portugueses e lusodescendentes que queiram sair daquele país.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG