Trabalhadores da Transtejo e Soflusa em greve

Ligações fluviais entre Margem Sul e Lisboa afetadas pela paralização, diz a empresa.

Os trabalhadores da Transtejo/Soflusa estão hoje em greve devido à falta de entendimento nas negociações salariais com a administração, não sendo possível, segundo a empresa, garantir o serviço regular de transporte fluvial.

Os trabalhadores das duas empresas (com uma administração comum), que fazem as ligações fluviais entre a denominada Margem Sul (do Tejo) e Lisboa apresentaram em 05 de maio um pré-aviso de greve de três e duas horas por turno, por a empresa manter a sua posição de "aumento de 0%" nas negociações salariais.

No 'site' oficial da Transtejo/Soflusa, é deixado um alerta para as possíveis perturbações de serviço na quinta-feira, devido à realização da greve parcial.

À Lusa, fonte da empresa acrescentou que "a TTSL -- Transtejo Soflusa não dispõe de soluções alternativas de transporte, durante a prevista interrupção do serviço de transporte público fluvial".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG