Tarifa social do gás natural. REN diz que "não devia ser afetada"

O governo quer que os custos com a tarifa social do gás (estimados em 1,4 milhões de euros) sejam suportados pelas empresas, incluindo a REN.

Perante a perspetiva de poder vir a financiar a tarifa social do gás natural, em vez do modelo atual em que a fatura é paga pelos consumidores, tal como está previsto no Orçamento do Estado para 2018, a REN – Redes Energéticas Nacionais defende que não devia ser afetada por esta medida.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG