TAP transferiu 7 milhões para a Groundforce após receber "contratos assinados" para compra de equipamentos

A TAP, em comunicado, diz que já "procedeu hoje às transferências necessárias ao pagamento dos salários" de fevereiro e março aos trabalhadores da Groundforce. Fonte da Groundforce também confirma acordo.

A TAP e a Groundforce alcançaram um acordo que permite desbloquear o pagamento dos salários aos trabalhadores da empresa de handling (assistência em terra). A TAP já transferiu quase sete milhões de euros para a Groundforce de forma a que seja pagos o remanescente em atraso dos salários de fevereiro e os ordenados deste mês, revelou em comunicado. Fonte da Groundforce também confirmou, entretanto, o acordo entre as partes.

Nesta quinta-feira a Pasogal de Alfredo Casimiro - acionista maioritario da Groundforce - e a TAP - acionista minoritário -, chegaram a um princípio de acordo para que a companhia aérea comprasse equipamentos à empresa de handling no valor de 6,9 milhões de euros, verba que permite à Groundforce fazer face às despesas mais urgentes, como salários. A concretização da operação estava dependente da luz verde do Conselho de Administração da empresa de handling, que reuniu-se esta sexta-feira e formalizou o processo. A TAP já efetuou assim a transferência do dinheiro.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Ana Laranjeiro é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG