Sumol+Compal espera que vendas internacionais cresçam este ano

"Se excluirmos Angola, não há razão alguma para esperar que a Sumol+Compal não cresça no mercado internacional".

O presidente executivo Sumol+Compal disse esta segunda-feira esperar que as vendas cresçam no mercado internacional este ano, excluindo Angola, mercado onde a empresa de bebidas diz que a situação de “restrição de divisas” “é menos grave” do que anteriormente.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias