Suíça obriga Uber a pagar Segurança Social dos motoristas

A tecnológica do transporte promete iniciar uma longa caminhada jurídica para contrariar decisão

A Uber orgulha-se de ser uma empresa de transportes sem funcionários e sem veículos. Mas, ainda que os trabalhadores sejam independentes, como não são pagos à tarefa, na Suíça estão a ser considerados efetivos. Resultado: a tecnológica poderá ser obrigada a fazer os pagamentos das deduções à Segurança Social como qualquer empregador.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG