Ryanair divulga vídeo que prova que tripulação encenou foto a dormir no chão

Companhia aérea low-cost já tinha falado numa encenação e agora revela vídeo que mostra como os tripulantes se posicionam no chão só para a fotografia. Internauta que revelou imagem fala em "foto de protesto".

"A Ryanair expõe foto falsa da tripulação de cabine a dormir na sala da tripulação", lê-se na mensagem que acompanha o vídeo no qual é possível ver como alguns membros da tripulação da empresa low-cost se posicionam em posição de dormir num canto da sala de forma a tirar a foto que causou polémica nas redes sociais.

A fotografia foi tirada e partilhada no fim de semana, quando a Ryanair teve que desviar para Málaga, Espanha, quatro voos que tinham como destino o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Segundo o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, os 24 tripulantes (oito pilotos e 16 tripulantes de cabine) ficaram sem condições para descansar, numa sala destinada a reuniões, e sem acesso a alimentação.

"Os 24 tripulantes ficaram desde a 1h30 até às 06h00 (hora local) sem acesso a comida, bebidas e até sem lugar para todos se poderem sentar", refere o sindicato em comunicado. Posteriormente, pelas 06:00, os trabalhadores foram encaminhados para o lounge do aeroporto continuando "sem acesso a comida e a bebidas", disse na altura o sindicato.

A Ryanair, questionada pelo DN/Dinheiro Vivo, garantiu então que tudo se tratava de uma encenação. "Esta imagem é claramente encenada e nenhum tripulante "dormiu no chão". Devido a tempestades que afetaram o aeroporto do Porto (dia 13 de Outubro), alguns voos foram desviados para Málaga onde, tratando-se de um fim de semana prolongado em Espanha, os hotéis se encontravam cheios. A tripulação passou um breve período de tempo na sala de tripulantes antes de ser colocada num lounge VIP, tendo regressado ao Porto no dia seguinte (nenhum destes tripulantes esteve e serviço durante o regresso ao Porto)", adiantou fonte oficial da transportadora aérea.

No Twitter, Jim Atkinson, que tinha partilhado a foto inicial, já reagiu à resposta da Ryanair.

"Eu confirmei pessoalmente toda a informação, via o sindicato. A foto foi tirada como uma 'foto de protesto', porque não lhes foi dada uma cama para dormir durante a noite. Acho justo tirar uma foto de protesto nessas condições, não acham?", escreveu, em resposta à Ryanair.

Reação do sindicato

O sindicato dos tripulantes de cabine informou hoje que discutirá com as "instituições competentes" a "evidente violação" da Ryanair do regulamento de proteção de dados, no âmbito da divulgação de imagens dentro do aeroporto de Málaga, em Espanha.

Em comunicado divulgado hoje de manhã, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) apontou a "evidente violação do Regulamento Global de Proteção de Dados", que vai discutir com as "instituições competentes".

O sindicato garante que a Ryanair fez um "favor a todos, ao fornecer provas, de que facto, não havia o mínimo de condições para os seus empregados passarem a noite com dignidade".

"A Ryanair demonstrou que tudo o que publicámos era verdade", concluiu o sindicato, que referiu que os tripulantes, "num gesto de protesto, tiraram uma foto, que imediatamente se tornou viral".

(Notícia atualizada às 12.40 com a reação do sindicato)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG