Ronaldo reconhece fraude fiscal e paga multa de 18,8 milhões

Ronaldo estava acusado de ter criado empresas na Irlanda e nas Ilhas Virgens britânicas, para defraudar o fisco espanhol em 14.768.897 euros.

O futebolista português Cristiano Ronaldo reconheceu, esta terça-feira, culpa de quatro crimes de fraude fiscal, num tribunal de Madrid, onde acordou pagar uma multa de 18,8 milhões de euros, escapando a uma pena de prisão de 23 meses.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG