Reabilitação urbana consolida “tendência de abrandamento” no mês de abril

Índice que mede a evolução da carteira de encomendas das empresas verificou, durante o mês de abril cresceu em termos homólogos.

A reabilitação urbana cresceu 11,5% em abril, em termos homólogos, o que representa uma descida de 1,8% face ao mês anterior, confirmando-se a “tendência de abrandamento”, revelou esta quarta-feira a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG