Quadros de quatro milhões do ex-BPN sem destino desde 2010

196 obras de arte de autores como Paula Rego e Maria Helena Vieira da Silva estão a ser novamente avaliados e estão sob vigilância da Parups.

Cerca de 200 obras de arte reunidas pelo ex-Banco Português de Negócios (BPN), avaliadas em quatro milhões de euros, continuam sem destino, à espera de uma decisão do Governo, desde a nacionalização daquela instituição bancária, em 2008.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG