Procura por trabalhadores aumentou 25% nos primeiros três meses do ano

A construção é o sector onde mais cresceu a procura.

O número de postos de trabalho vagos ultrapassou mais de 34 mil ofertas no primeiro trimestre deste ano, num máximo de mais de dois anos em que a oferta disparou em 25%. Construção, administração pública, educação, saúde e atividades de informação e comunicação são os sectores que lideram o reforço da procura por trabalhadores no país.

A construção foi onde a procura por trabalhadores mais cresceu, com uma subida de 69% nas vagas por comparação com o mesmo período do ano anterior. O sector que concentra 6% do emprego nacional tem vindo a queixar-se da falta de mão-de-obra e tem sido um dos que sofrem perda expressiva de trabalhadores para a emigração. No primeiro trimestre, havia 2.222 postos de trabalho por ocupar, segundo dados do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Leia a notícia completa no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG