Presidente da Boeing admite erros da empresa na questão dos 737 Max

Dois Boeing caíram em 2018, provocando a morte de 346 pessoas, tendo sido apontado como causa dos acidentes o novo sistema automático de estabilização

O presidente executivo da Boeing admitiu hoje que a empresa errou na forma como lidou com a questão do problemático sensor de alerta do ‘cockpit’ dos aviões 737 Max, que terá levado à queda de dois aviões.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG