Portugueses regressados ajudam a recuperar população ativa

Número de disponíveis para o mercado de trabalho voltou a subir em 2017. Entrada de estrangeiros, e de muitos portugueses, garantiu crescimento.

A população ativa tem sido uma espécie de saco sem fundo desde 2010. Há perdas para a emigração e saída de estrangeiros que antes escolheram o país para trabalhar, mesmo que as novas gerações – em cada vez menor número e cada vez mais tarde – continuem a chegar ao mercado de trabalho. Mas, desde há dois anos que o universo dos que estão disponíveis para trabalhar cresce em vez de regredir. A quebra na tendência acontece por efeito de uma recuperação da imigração, onde afinal contam, e muito, os próprios portugueses.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG