Portugueses compraram menos carros em 2019. Foi a primeira queda desde 2012

Mercado automóvel nacional recuou 2% em dezembro, interrompendo ciclo de seis anos consecutivos de subidas. Portugueses compraram 267 828 veículos. Nos elétricos, Tesla chegou e venceu.

Os portugueses compraram menos carros em 2019 do que no ano anterior. O mercado automóvel nacional caiu 2% no ano passado: foram registados 267 828 veículos, traduzindo-se numa quebra de 2% face a 2018. O mercado de carros ligeiros caiu mais do que o comércio de veículos pesados, segundo os números divulgados esta quinta-feira pela ACAP - Associação Automóvel de Portugal.

2019 interrompeu o ciclo de subidas que o mercado automóvel português vivia há seis anos consecutivos: desde 2013 que as vendas de carros estiveram sempre a subir. 2012 tinha sido o último ano com variação negativa no comércio automóvel.

A Renault liderou as vendas em 2019, apesar de ter registado uma perda de 7,1%, para 29 014 unidades. A Peugeot reforçou o segundo lugar e estreitou a diferença para a rival francesa, graças a uma subida de 3% nas vendas, para 23 668 unidades. A Mercedes voltou a ficar com a terceira posição, depois de ter registado 16 561 unidades, mais 0,6%.

As maiores subidas de vendas no ranking da ACAP pertenceram à Hyundai (33,4%, para 6144 unidades), Smart (27%, para 4071 unidades) e Jeep (24,3%, para 1801 carros). Sem sentido contrário, as maiores quebras foram registadas pela Alfa Romeo (-49,9%, para 552 unidades), Nissan (-32,1%, 10233 unidades) e Land Rover (-24,4%, 582 unidades).

Em 2019, foram vendidos um total de 262 253 carros ligeiros (-2% face a 2018) e um total de 5575 veículos pesados (-1,2% face a 2018).

Tesla líder dos carros elétricos em Portugal

Chegar, ver e vencer. A Tesla foi a marca que mais vendeu carros elétricos em Portugal no primeiro ano em que registou oficialmente as suas vendas em território nacional. Em 2019, a marca norte-americana registou um total de 1979 veículos, de acordo com os dados publicados esta quinta-feira pela ACAP - Associação Automóvel de Portugal.

O último ano também marcou um novo recorde de vendas para este tipo de automóveis em Portugal: foram comercializados 7096 veículos movidos exclusivamente a baterias.

A marca liderada por Elon Musk conquistou os portugueses sobretudo com o Model 3, o primeiro veículo de larga produção. A Nissan, habitual líder nesta motorização, desceu para a segunda posição, com 1759 carros elétricos vendidos. O parceiro francês Renault ficou com a terceira posição, tendo registado 1107 matrículas.

Tesla, Nissan e Renault, juntas, concentraram mais de dois terços das vendas deste tipo de automóveis em Portugal. 2019 foi o primeiro ano completo em que passaram a ser pagos os carregamentos nos postos de carregamento rápidos.

A partir de junho de 2020, espera-se também que os carregamentos comecem a ser pagos nos postos de carregamento normal e que ainda pertecem à rede Mobi.E.

Jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias