PIB recupera no 3º trimestre. Dispara 13,2% face aos 3 meses anteriores

Reabertura da economia permitiu alguma recuperação do produto. Procura interna puxou pela atividade económica. Em termos homólogos a quebra abrandou para 5,8%.

O produto interno bruto disparou 13,2% no terceiro trimestre deste ano, face aos três meses meses anteriores, indica o Instituto Nacional de Estatística (INE), na estimativa rápida publicada nesta sexta-feira.

"Comparativamente com o segundo trimestre de 2020, o PIB aumentou 13,2% em termos reais o que compara com a forte contração observada no trimestre anterior (variação em cadeia de -13,9%)", refere o gabinete de estatística.

"Este resultado é também explicado, em larga medida, pelo expressivo contributo positivo da procura interna para a variação em cadeia do PIB, após um contributo fortemente negativo no segundo trimestre", detalha o INE. Do lado das exportações, verificou-se uma forte recuperação. "O contributo da procura externa líquida passou de muito negativo no trimestre anterior para positivo, verificando-se um crescimento acentuado das exportações de bens", aponta.

Comparando com o terceiro trimestre de 2019, registou-se uma travagem na forte queda do PIB verificada entre abril e junho. "No terceiro trimestre de 2020, o produto interno bruto, em termos reais, registou uma redução homóloga de 5,8%, após a forte contração de 16,4% no trimestre anterior", refere o Instituto Nacional de Estatística.

"A redução menos intensa do PIB no terceiro trimestre ocorreu no contexto de reabertura progressiva da atividade económica, que se seguiu à aplicação de medidas de contenção à propagação da covid-19 com forte impacto económico nos primeiros dois meses do segundo trimestre", justifica.

"A evolução do PIB deveu-se sobretudo ao comportamento da procura interna, que registou um contributo para a variação homóloga do PIB consideravelmente menos negativo que o observado no trimestre anterior, traduzindo principalmente a menor contração do consumo privado", detalha o gabinete de estatística.

Entre abril e junho deste ano, o PIB registou uma diminuição em cadeia de 13,9% em termos reais face ao primeiro trimestre de 2020, e de 16,3% em termos homólogos, face aos mesmos três meses de 2019.

Paulo Ribeiro Pinto é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias