Pedidos de prospeção de lítio afetam 86 mil hectares de zonas para preservação

Movimentos cívicos contra a exploração de minérios estão a crescer em Portugal e a travar projetos em algumas zonas do país.

A DGEG - Direção-Geral de Energia e Geologia já recebeu 26 pedidos para atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais desde o início de 2018. Destes pedidos, 19 servem para procurar lítio, numa área abrangida de 616 265 hectares. Desta área, cerca de 86 mil hectares foram designados pelo Governo português como sendo relevante para a conservação.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias