Parlamento Europeu rejeita cortes para pagamentos a agricultores

O PE adotou a sua posição sobre a proposta da Comissão Europeia para a reforma PAC pós 2020, prevista para sexta-feira.

O Parlamento Europeu (PE) defendeu que os pagamentos diretos aos agricultores no âmbito da reforma da Política Agrícola Comum (PAC), que deverá ser apresentada na sexta-feira, devem continuar a ser assegurados por fundos europeus, rejeitando qualquer renacionalização.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG