"O que detesto acima de tudo? Os meus erros e os atrasos dos outros"

O famoso inquérito respondido pelo diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Gonçalo Lobo Xavier.

A sua virtude preferida?
Disponibilidade para os outros (mas que no meu caso, por vezes, se mal gerida, torna-se um defeito).

A qualidade que mais aprecia num homem?
Inteligência emocional.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?
Inteligência emocional aliada à beleza (como dizia o Vinicius: "as muito feias que me perdoem, mas beleza é fundamental").

O que aprecia mais nos seus amigos?
Cumplicidade.

O seu principal defeito?
A dificuldade de dizer não e a teimosia (são dois, portanto).

A sua ocupação preferida?
"People watching", correr, conhecer pessoas.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?
Infelizmente, não sei se existe. Mas pode ser um dia de céu limpo a esquiar na neve com os meus filhos ou um pôr do sol de copo na mão com quem me quer bem.

Um desgosto?
Más decisões recentes.

O que é que gostaria de ser?
Mais livre.

Em que país gostaria de viver?
Portugal. Quanto mais saio do país, mais aprecio a nossa qualidade de vida.

A cor preferida?
Verde.

A flor de que gosta?
Hortênsias.

O pássaro que prefere?
Tordo.

O autor preferido em prosa?
Mario Vargas Llosa e Eça de Queirós.

Poetas preferidos?
Sophia de Mello Breyner, Fernando Pessoa, Vinicius de Moraes.

O seu herói da ficção?
Tintin.

Heroínas favoritas na ficção?
Gamora, dos Guardiães da Galáxia.

Os heróis da vida real?
Recentes: todos os profissionais de saúde e da distribuição nos últimos 18 meses. Antigos: os inventores de Portugal.

As heroínas históricas?
Isabel de Aragão (Rainha Santa Isabel) e Malala Yousafzai.

Os pintores preferidos?
Salvador Dali E Paula Rego.

Compositores preferidos?
Ennio Morricone, U2, Cage the Elephant, John Mayer... tem muito a ver com o estado de espírito.


Os seus nomes preferidos?
Gonçalo Cristóvão, Rosarinho, Salvador. Muito narciso, bem sei...

O que detesta acima de tudo?
Os meus erros e os atrasos dos outros.

A personagem histórica que mais despreza?
Hesito entre Staline e Trotsky.

O feito militar que mais admira?
Batalha de Aljubarrota.

O dom da natureza que gostaria de ter?
Firmeza constante.

Como gostaria de morrer?
Em paz comigo e com os outros.

Estado de espírito atual?
O melhor ainda está para vir.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?
Esquecimentos.

A sua divisa?
Nunca se desiste e tudo tem solução (menos a morte).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG