Nokia vai voltar a ter telemóveis e tablets

O grupo finlandês vendeu todo o negócio à Microsoft em 2014

A Nokia assinou um contrato de licenciamento de 10 anos com a empresa finlandesa HDM Global para esta criar telemóveis e tablets para a marca finlandesa.

Prevê-se assim o regresso daquela que já foi a maior fabricante de telemóveis do mundo, que foi apanhada de surpresa pela afirmação dos telemóveis inteligentes e acabou por vender todo o negócio à Microsoft em 2014.

A Nokia manteve, no entanto, as patentes dos telemóveis e começou a preparar o regresso, embora tenha de esperar devido a um acordo que celebrou que não lhe permite competir com a Microsoft.

"Em vez da Nokia voltar ao fabrico dos telemóveis, a HDM planeia produzir telemóveis e tablets que podem alavancar e fazer crescer o valor da marca Nokia nos mercados globais", disse Ramzi Haidamus, da Nokia.

A notícia surge no mesmo dia em que a Microsoft anunciou a venda de parte do negócio dos telemóveis a uma subsidiária da Foxconn e à HMD Global - esta última fica com os direitos dos aparelhos da Nokia.

A Nokia não avançou, no entanto, com um calendário para o lançamento dos novos aparelhos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG