Nasdaq antecipa maior volatilidade nas bolsas com vitória de Trump

O líder da Nasdaq diz que se for Clinton a ganhar a volatilidade vai ser mais controlada enquanto que se o vencedor for Trump a volatilidade será maior

As eleições presidenciais norte-americanas, que se realizam esta terça-feira, vão mexer com o mercado e o presidente do Nasdaq antecipa que a volatilidade será maior em caso de vitória de Donald Trump do que se for Hillary Clinton a vencedora.

"Se Trump ganhar, a volatilidade vai ser muito alta. Se for Clinton a vencer, a volatilidade vai ser mais controlada", prevê Bob Greifeld, líder do índice tecnológico nova-iorquino Nasdaq, onde estão cotadas algumas das maiores empresas do mundo deste setor.

O responsável falava durante o debate "Um ano de incerteza no mercado: os efeitos de 2016", no âmbito da Money Conference, que integra a Web Summit 2016, a decorrer em Lisboa.

Ainda assim, Bob Greifeld considera que, "tal como no 'Brexit' [referendo no Reino Unido que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia], apesar de ser esperado um período de alta volatilidade nos mercados financeiros, o mais natural é que depois haja um regresso à normalidade".

Isto, seja qual for o desfecho das presidenciais nos Estados Unidos (EUA).

Mais de 200 milhões de eleitores norte-americanos votam esta terça-feira numa eleição presidencial que opõe a democrata Hillary Clinton ao republicano Donald Trump.

Uma média ponderada de sondagens realizada pelo 'site' Real Clear Politics sugere que Clinton, ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama, parte com uma vantagem de 3,2 pontos percentuais nos votos populares relativamente a Trump.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG