Morreu Forrest Mars Jr., o homem dos chocolates

O apelido não deixa margem para dúvidas: era um dos responsáveis pela criação do Mars. Mas também fazia comida para animais, bebidas e alimentos

Snickerss, Bounty, Maltesers, Twix, M&M's e, finalmente, Mars. Aqui estão alguns dos muitos chocolates desenvolvidos sob as instruções de Forrest Mars Jr, que ajudou a transformar a empresa familiar que herdou num império. Empresário e filantropo, morreu na terça-feira, aos 84 anos, na sequência de um ataque cardíaco.

"Para todos nós na Mars Incorporated, Forrest foi uma grande inspiração", disse Grant F. Reid, CEO do Gabinete do Presidente da Mars, Incorporated, citado num comunicado da empresa norte-americana. "Ele foi fundamental na construção do nosso negócio, tendo-se mantido empenhado com os princípios fundadores da empresa. Sentiremos muito a sua falta, mas as suas contribuições e o legado que ele deixa na Mars serão duradouros", garantiu.

Os chocolates serão o legado mais conhecido de Forrest E. Mars - muito por causa do apelido -, mas a empresa também produz comida para animais (Pedigree, Royal Canin e Whiskas, por exemplo), bebidas e produtos alimentares (desde sopas, a arroz ou molho de tomate).

A Mars Incorporated lembra que Forrest E. Mars e os irmãos, John e Jacqueline, herdaram um importante negócio, tendo crescido numa das maiores e mais respeitadas empresas familiares do mundo". No entanto, salienta que conseguiram aumentar as suas vendas e tornar a empresa um negócio com um volume de 35 mil milhões de dólares e com mais de 80 mil colaboradores em 78 países.

"Crente dos benefícios de uma economia global para todos", contribuiu para o desenvolvimento da empresa em todo o mundo. Ele próprio viveu na Holanda e em França para desenvolver projetos da Mars. Considerado um visionário, Forrest E. Mars e os irmãos formalizaram e publicaram os "Cinco Princípios da Mars"; que ainda hoje orientam a empresa: qualidade, mutualidade, responsabilidade, eficiência e liberdade.

Filantropo, Forrest Mars apoiou projetos de conservação ambiental e de apoio à história americana. "Um explorador que adorava partir à aventura para alguns dos lugares mais selvagens do mundo no seu navio de expedição, incluindo a navegação pela passagem do Noroeste, ao mesmo tempo que patrocinava, e muitas vezes participava, na viagem anual à Antártida para os alunos de Hotchkiss, a sua antiga escola", lembra o comunicado da empresa.

Forrest E. Mars era ainda um homem dedicado à família, tendo deixado mulher, quatro filhos, onze netos e dois bisnetos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG