Meo lidera queixas no regulador

Queixas junto da Anacom subiram 17% no primeiro semestre deste ano face a 2016

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) recebeu, no primeiro semestre deste ano e em comparação com o período homólogo de 2016, mais 17% de reclamações dos consumidores em relação às empresas de comunicações que supervisiona. No total, nos primeiros seis meses deste ano, 37,3 mil queixas deram entrada junto da entidade reguladora, das quais 30,5 mil relativas a comunicações eletrónicas.

Em comunicado enviado às redações, a Anacom adiantou que os operadores "campeões" das queixas são a Meo (38,5%), a Nos (36,2%), a Vodafone (19,6%) e a Nowo (4,2%). Esta última empresa (antiga Cabovisão) foi, ainda, a que registou a maior taxa de reclamações média por clientes (6,1 por mil), seguindo-se a Nos (3 por mil) e a Meo (1,9 por mil) e a Vodafone (1,4 por mil). "A Nos foi o único prestador que viu a sua taxa de reclamações diminuir face ao semestre homólogo", destaca.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG