Media privados apelam ao fim da "distorção da concorrência"

A Media Privados destaca desigualdades no cumprimento de obrigações fiscais entre empresas portuguesas e operadores internacionais de plataformas

A Plataforma de Media Privados, que inclui os grupos Cofina, Global Media, Impresa, Media Capital, Público e Renascença, reforçou hoje as preocupações do Presidente da República com a comunicação social, defendendo a necessidade de eliminar a “distorção da concorrência”.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG