Mário Ferreira vai ter de lançar OPA sobre minoritários da dona da TVI

Regulador manteve sentido inicial da decisão depois de ter dado prazo adicional às partes para se pronunciarem.

Mário Ferreira vai ter de lançar OPA sobre a posição detida pelos minoritários do grupo dono da TVI. A decisão da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) acaba de ser conhecida, depois do regulador ter considerado que o empresário e a Prisa agiram em concertação.

"A CMVM decidiu manter o sentido do projeto de decisão divulgado a 9 de outubro de 2020, após analisar a respetiva pronúncia em audiência de interessados, por considerar que resulta demonstrado o exercício concertado de influência dominante entre a Vertix, SGPS, S.A. e a Pluris Investments, S.A. sobre a Media Capital até à alienação da participação da Vertix, SGPS, S.A. em 3 de novembro de 2020", diz em comunicado.

"Em consequência, a CMVM determina, nos termos do artigo 187.º, n.º 1, do Código dos Valores Mobiliários, a divulgação de anúncio preliminar de oferta pública de aquisição obrigatória da Pluris sobre todas as ações da Media Capital por si não detidas, no prazo máximo de 5 dias úteis".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG