Mário Ferreira aposta no negócio de cruzeiros à Antártida

O jornal Negócios revela que o empresário nortenho vai investir 70 milhões de euros na construção de um navio oceânico com motores Rolls-Royce

O empresário Mário Ferreira encomendou aos estaleiros navais de Viana do Castelo um navio oceânico para fazer cruzeiros de expedição à Antártida. A revelação é feita na edição desta segunda-feira do jornal Negócios.

O investimento será na ordem dos 70 milhões de euros do dono da Douro Azul, empresa especializada em cruzeiros fluviais, na construção do primeiro navio oceânico, que terá motores Rolls-Royce e deverá ser lançado à água em novembro de 2018.

O World Explorer, assim se chamará a nova embarcação, terá 126 metros de comprimento e 19 de largura, terá um peso aproximado de 9400 toneladas e terá capacidade para 200 passageiros e 111 tripulantes. Além disso, o navio terá uma velocidade de cruzeiro de 16 nós, com um casco reforçado e hélices próprias para atravessar o gelo.

Em declarações ao Negócios, Mário Ferreira lamentou ter sido chumbada a candidatura do projeto aos fundos comunitários, revelando que a operação será suportada "por dois empréstimos obrigacionistas, no valor global de 50 milhões de euros, e o restante com o apoio da Caixa Geral de Depósitos, do Montepio e do Banco Carregosa".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG