Mais de 620 trabalhadores da Segurança Social sobem hoje na carreira

Os cargos dos funcionários vão ser adaptados às novas habilitações literárias

Mais de 620 trabalhadores do Instituto da Segurança Social (ISS) vão hoje aceder a carreiras superiores, de acordo com as suas atuais habilitações, graças à mobilidade intercarreiras, apesar do congelamento que vigora na função pública.

O procedimento de mobilidade entre carreiras foi aprovado em junho pelo ISS e pelo Ministério do Trabalho e Segurança Social e vai permitir que 450 trabalhadores, que eram assistentes técnicos nos centros distritais de Segurança Social, passem para a carreira de técnico superior, porque entretanto se licenciaram.

Os restantes trabalhadores que vão beneficiar da mobilidade entre carreiras eram assistentes operacionais e passam hoje para assistentes técnicos, porque completaram o 12ª ano de escolaridade.

"Consideramos muito positivo este processo e reconhecemos a vontade do Ministério do Trabalho em valorizar os trabalhadores que quiseram valorizar-se", disse à agência Lusa o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores da administração Pública, José Abraão.

O sindicalista defendeu que os restantes trabalhadores do ISS devem também ser "alvo de reconhecimento e valorização profissional, nomeadamente através do descongelamento das progressões nas carreiras".

"Esperamos também que os restantes ministérios tenham iniciativas idênticas", disse José Abraão.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG