Lone Star: Acionista do Novo Banco nega estar ligada a venda de imóveis

Acionista do NB lamenta "insinuações que penalizam de forma séria e injusta os Fundos Lone Star".

Lamentando a "especulação infundada" que tem feito notícia sobre o investimento da Lone Star Funds no Novo Banco, a Lone Star Global Acquisitions (LSGA) negou hoje qualquer envolvimento das empresas do grupo nas vendas de imóveis do Novo Banco, que ultimamente têm sido muito contestadas, apesar de cumpridas em 2018 e publicadas no Relatório e Contas do banco.

"A LSGA reafirma que a Lone Star e as suas afiliadas nunca fizeram parte de nenhum tipo de transação com partes relacionadas para aquisição de ativos, incluindo ativos imobiliários, do Grupo Novo Banco", sublinha a acionista da instituição, em comunicado enviado ao Dinheiro Vivo.

"O acordo de acionistas assinado com o Fundo de Resolução referente à participação no Novo Banco, concluída em outubro de 2017, proibiu expressamente a Lone Star ou suas afiliadas de celebrar qualquer transação ou acordo com o Grupo Novo Banco, exceto se autorizado pelo Fundo de Resolução", esclarece, acrescentando ainda que, sendo uma empresa de consultoria regulada pelo governo (Securities and Exchange Commission dos EUA e Financial Conduct Authority do Reino Unido), "a Lone Star mantém políticas e controlos abrangentes de conformidade que regem as transações com partes relacionadas e outros possíveis conflitos de interesse."

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias