Livros escolares vão contar para o IVAucher e acumulam com despesas do IRS

Fichas de exercícios, livros de preparação para exames, dicionários ou gramáticas são despesas que podem ser efetuadas até final de agosto. Pais têm de fazer adesão dos filhos ao programa que acumula IVA.

As despesas com educação podem contar para o IVAucher e ainda acumular com o IRS. A situação permitirá aos pais poupar dezenas ou mesmo centenas de euros com as despesas dos filhos no regresso às aulas, escreve a edição desta quinta-feira do jornal Público.

Fichas de exercícios, livros de preparação para exames, dicionários ou gramáticas podem ser consideradas como despesas com manuais e livros escolares para efeitos de IRS. Normalmente, os manuais escolares são grátis do 1.º ao 12.º ano.

Para acumular o IVAucher com o IRS têm de ser cumpridas várias condições: as compras têm de ser feitas entre 1 de junho e 31 de agosto, na fase de acumulação das despesas para o IVAucher; também é preciso ter atenção ao local onde a despesa é feita: o que conta são as livrarias ou editoras de livros - se comprar o material num supermercado ou no numa papelaria não acumula saldo para o IVAucher.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG