Lidl deixa de vender sacos plásticos a partir de maio

Projeto arranca nas 77 lojas a Norte e estende-se até ao final do ano a todo o país. Tem impacto de 2,5 milhões de euros na faturação da cadeia alemã

A partir de maio, o Lidl vai deixar de vender sacos plásticos. O processo, pioneiro no mercado português da grande distribuição, arranca nas 77 lojas da cadeia alemã na região Norte, estendendo-se até ao fim do ano às mais de 250 lojas em todo o país. Em alternativa, os consumidores poderão adquirir sacos de papel, por 10 a 14 cêntimos. Com esta decisão, a empresa deixa de vender, por ano, 25 milhões de sacos de plástico, o que representa uma faturação de 2,5 milhões de euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias