Kristalina Georgieva vence corrida à liderança do FMI

Ex-ministro das Finanças holandês usa o Twitter para declarar Kristalina Georgieva vencedora e desejar-lhe "o maior sucesso"

A búlgara Kristalina Georgieva deverá ser a próxima diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI). O anúncio foi feito há minutos, esta sexta-feira, pelo seu único concorrente, entretanto derrotado nesta corrida final.

Na sua conta de Twitter, o ex-ministro das Finanças da Holanda, Jeroen Dijsselbloem, escreveu: "Dou os parabéns a Kristalina Georgieva pelo resultado dos votos europeus de hoje. Desejo-lhe o maior sucesso".

Mário Centeno, que ontem se afastou da corrida para não levantar obstáculos a eventuais consensos (segundo disse), também já deu os parabéns à ainda diretora-executiva do Banco Mundial.

Georgieva, uma economista com uma longa carreira, tem 65 anos, mas no próximo dia 13 de agosto fará 66. O facto de vir a entrar para a liderança do FMI com mais de 65 anos tem sido encarado como um ponto contra a sua eleição.

Mas até outubro terá de haver uma decisão final do conselho executivo do Fundo uma vez que Christine Lagarde, que já saiu definitivamente do FMI, assumirá as rédeas do Banco Central Europeu a 1 de novembro próximo.

Leia as atualizações a esta notícia no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG