Jerónimo Martins vai propor pagamento de dividendos de 216,8 milhões de euros

O lucro da Jerónimo Martins subiu 7,9% no ano passado, face a 2018, para 433 milhões de euros, e as vendas consolidadas cresceram 7,5% para 18.638 milhões de euros

O Conselho de Administração da Jerónimo Martins vai propor à assembleia-geral de acionistas o pagamento de um dividendo de 216,8 milhões de euros, o que corresponde a um valor bruto de 0,345 euros por ação.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a dona do Pingo Doce refere que, "em linha com a política de dividendos que estipula um 'pay-out' de 50%, o Conselho de Administração irá propor à assembleia-geral de acionistas o pagamento de um dividendo de 216,8 milhões de euros, 0,345 euros por ação (valor bruto)".

Esta proposta "de distribuição de dividendos permite ao grupo preservar total flexibilidade para acelerar os seus planos de expansão e aproveitar qualquer potencial oportunidade de crescimento não-orgânico, mantendo em simultâneo um nível reduzido de dívida líquida".

O lucro da Jerónimo Martins subiu 7,9% no ano passado, face a 2018, para 433 milhões de euros, e as vendas consolidadas cresceram 7,5% para 18.638 milhões de euros.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) aumentou 8,9% para 1.045 milhões de euros.

Além de Portugal, a Jerónimo Martins está presente na Polónia e na Colômbia.

Mais Notícias