Galp e Northvolt escolhem Setúbal para unidade avançada de conversão de lítio

As duas empresas estimam um investimento de cerca de 700 milhões de euros neste projeto e a criação de "aproximadamente 200 postos de trabalho diretos e 3.000 indiretos".

A Galp e a Northvolt anunciaram esta quarta-feira a escolha de Setúbal para a construção de uma unidade avançada de conversão de lítio, assinalando que as operações no parque industrial Sapec Bay deverão iniciar-se "até ao final de 2025".

Num comunicado esta quarta-feira divulgado, as duas empresas estimam um investimento de cerca de 700 milhões de euros neste projeto e a criação de "aproximadamente 200 postos de trabalho diretos e 3.000 indiretos".

A fábrica, que as empresas dizem que será uma "das maiores e mais sustentáveis da Europa", deverá ter capacidade para uma produção inicial entre 28.000 e 35.000 toneladas de hidróxido de lítio, um material fundamental para a indústria de fabrico de baterias ião-lítio.

A escolha de Setúbal deveu-se, dizem, ao preenchimento de "todos os requisitos estabelecidos".

"Dispõe de acesso a infraestruturas, caminhos-de-ferro e instalações portuárias. É também um local ideal para obter reagentes, e está próximo de utilizadores de subprodutos, nomeadamente as indústrias do cimento e do papel e pasta de papel", assinalam.

O presidente executivo (CEO) da Galp, Andy Brown, citado no comunicado, acredita que este "é o tipo de projeto que Portugal e a Europa devem desenvolver para o crescimento económico e para a construção de um futuro energético sustentável".

Já o cofundador e responsável de operações da Northvolt, Paolo Ferruti, defendeu que a unidade em Setúbal é "um marco para a Europa no caminho para a construção de um ecossistema completo de baterias no continente" e demonstra "uma abordagem sustentável ao processo de conversão de lítio".

O presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, congratulou-se com o anúncio, destacando que o município "merece este investimento".

"A Câmara Municipal de Setúbal e as juntas de freguesia têm investido na qualificação deste território. Todos reconhecem esta realidade que é o resultado de uma grande vontade de fazer mais Setúbal", apontou, remetendo para o reconhecimento do município nas "áreas industriais qualificadas, boas acessibilidades rodoviárias, ferroviárias e portuárias e uma cidade, um meio social e cultural igualmente atrativos".

Denominada Aurora e com uma participação de 50/50 da Galp e dos suecos da Northvolt, a 'joint venture' (parceria) assume a intenção de ser "uma rampa de lançamento para o desenvolvimento de uma cadeia de valor integrada de baterias de lítio na Europa"

De acordo com o comunicado, a unidade no parque industrial Sapec Bay poderá produzir hidróxido de lítio suficiente para uma produção anual de baterias equivalente a 50 GWh -- o suficiente para 700.000 veículos elétricos.

Sustentado pelo acordo entre as duas empresas, a sueca Northvolt irá garantir o consumo de até 50% da capacidade da unidade para utilização no seu próprio fabrico de baterias.

Galp e Northvolt dizem ainda estar "irredutíveis" na aplicação dos "mais elevados padrões de sustentabilidade", quer na extração e concentração de espodumena, no processamento de hidróxido de lítio ou em todos os processos relacionados.

Cerca das 10:30, a Galp era a empresa que mais subia entre as cotadas no PSI, valorizando-se 1,38% para 12,14 euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG