FMI corta a fundo crescimento de Alemanha, França, Itália e Brasil

Evolução da economia mundial está outra vez "menos equilibrada, mais frágil e sob ameaça", avisa o economista-chefe do FMI.

Alguns dos maiores parceiros económicos de Portugal vão crescer bem menos do que se esperava há três meses. O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu fortemente em baixa o crescimento previsto para este ano em países como Alemanha, França, Itália ou Brasil.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG