Finanças. Antigo BPN está a ajudar a reduzir défice deste ano

Dois veículos com os restos do BPN geram excedente orçamental de 52 milhões de euros até setembro. Mas ainda faltam os empréstimos de final de ano.

Duas das sociedades que ficaram com os restos do antigo Banco Português de Negócios (BPN) estão a gerar ganhos para os contribuintes, indicam as Finanças que, pela primeira vez, começaram a divulgar a execução orçamental mensal da Parvalorem e da Parups. Ontem, José Oliveira Costa, o antigo presidente do banco, foi condenado a 12 anos de prisão por crimes de burla.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG