Família reclamava há 14 anos ser dona de Machu Picchu

Cerca de quatro mil turistas visitam diariamente as ruínas do Império Inca.

O Supremo Tribunal do Peru deu razão ao Estado peruano num processo em que uma família reclamava ser proprietária de 22 mil dos 35 mil hectares do parque arqueológico onde se situam as ruínas da cidadela inca Machu Picchu.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias