Exportações são a chave para Portugal fugir do baixo crescimento

Portugal não passa ao lado do abrandamento e o caminho passa pelas exportações, investimento e controlo da despesa, dizem os economistas.

A economia global está presa numa "armadilha de fraco crescimento", com as transações comerciais anémicas, produtividade desapontante e salários baixos a levar a uma constante revisão em baixa das previsões de crescimento económico mundial. O aviso é da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que alerta para um ciclo vicioso que as principais potências mundiais e os bancos centrais não estão a conseguir quebrar. E Portugal - não sendo referido no relatório - é afetado pelo ciclo desfavorável, dizem os economistas contactados pelo Dinheiro Vivo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG