Ex-ministro Manuel Pinho de novo arguido no caso EDP

Tribunal da Relação de Lisboa considerou nulo o despacho do juiz Ivo Rosa, alegando que “a competência para apreciar nulidades/irregularidades ocorridas em fase de inquérito pertence ao Ministério Público”.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG