Economia vai precisar da experiência dos mais velhos

Declaração de Lisboa inclui linhas de ação para a promoção do envelhecimento ativo nos próximos cinco anos.

"A economia responderá pior aos desafios do futuro se não integrar as pessoas menos jovens nas suas estratégias". A frase é do ministro do Emprego e da Segurança Social, Vieira da Silva, que durante dois dias foi o anfitrião da Conferência das Nações Unidas sobre envelhecimento ativo, que decorreu em Lisboa.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG