Dois milhões "esquecidos" em cofres do Grupo Espírito Santo

Há 11 anos que o dinheiro está ao cuidado do tribunal e ninguém o reclamou

Mais de milhões de euros em notas terão sido encontrados em dois cofres na Rua de São Bernardo, em Lisboa, um deles na sede do Conselho Superior do Grupo Espírito Santo e outro numa agência do BIC, do mesmo grupo, e nunca foram reclamados. Estão à guarda do Tribunal desde 2005, altura em que foram descobertos no âmbito de buscas da "Operação Furacão".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG