Dívida pública sobe 200 milhões para novo máximo em maio

A dívida pública subiu para um novo recorde de 252,5 mil milhões de euros.

A dívida pública aumentou 200 milhões de euros em maio, face ao mês anterior, fixando um novo máximo de 252,5 mil milhões de euros, anunciou o Banco de Portugal esta segunda-feira.

"Para esta subida contribuiu essencialmente o aumento de certificados do Tesouro e de empréstimos", explica o supervisor.

Adianta que "os ativos em depósitos das administrações públicas aumentaram 0,7 mil milhões de euros, pelo que a dívida pública líquida de depósitos registou uma diminuição de 0,5 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 229,4 mil milhões de euros".

Desde o início do ano que a dívida pública tem vindo a aumentar. Face ao final de dezembro de 2018 já subiu 7,6 mil milhões de euros.

O Banco de Portugal anunciou em maio que a dívida total na ótica de Maastricht - a que conta para Bruxelas - estava em 250.387 milhões de euros no final do primeiro trimestre deste ano.

Apesar de a dívida ter registado um agravamento nominal de 1,8% até março, face a igual período de 2018, como a economia está a crescer mais, ocorre uma descida no rácio da dívida face ao PIB - um dos principais indicadores de avaliação do país em Bruxelas.

O peso da dívida pública medido em percentagem do produto interno bruto (PIB) desceu para cerca de 120% no primeiro trimestre, o que equivale a uma redução homóloga superior a 5 pontos percentuais (p.p.), a segunda maior dos últimos 12 anos, pelo menos.

Atualizada às 11:20

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias