Cruzeiro World Explore mostra "capacidade da indústria naval portuguesa"

O primeiro-ministro disse no sábado que os estaleiros da WestSea, em Viana do Castelo, são "uma referência da capacidade de renovação da indústria naval do país", apontando como exemplo o primeiro navio oceânico "integralmente concebido e fabricado" em Portugal, o cruzeiro World Explore.

"Nunca tinha sido construído um paquete em Portugal", afirmou António Costa durante a cerimónia de batismo do MS World Explorer, um investimento de 70 milhões de euros do grupo Mystic Invest, do empresário Mário Ferreira. Este é o primeiro navio de uma série de três já encomendados e que serão construídos nos Estaleiros de Viana do Castelo.

O World Explore está preparado para navegar em águas polares até um metro de espessura de gelo e tem capacidade para 200 passageiros e 110 tripulantes.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG