Costa recusa consumir margem orçamental com salários

O primeiro-ministro advertiu esta terça-feira, que toda a margem orçamental não pode ser gasta com salários de quem já está na administração pública.

O primeiro-ministro advertiu hoje que toda a margem orçamental não pode ser gasta com salários de quem já está na administração pública e que tem de haver meios para a contratação de mais pessoal para os serviços.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outras Notícias GMG