CGD. Faria de Oliveira defende manutenção da atividade em Espanha

Antigo presidente da CGD disse aos deputados que a situação da banca foi causada pela crise económica e financeira.

O antigo presidente e chairman da CGD, Fernando Faria de Oliveira, defendeu hoje que a Caixa Geral de Depósitos deve manter a sua operação em Espanha para servir os empresários portugueses que têm actividade naquele país, o maior parceiro económico de Portugal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG