Carlos Costa ataca relatório Costa Pinto

Carlos Costa, ex-governador do Banco de Portugal, está esta segunda-feira a ser ouvido na Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução.

Carlos Costa, ex-governador do Banco de Portugal, rejeitou esta segunda-feira as críticas feitos pelo chamado relatório Costa Pinto sobre a atuação do supervisor no Banco Espírito Santo (BES) e criticou a forma como documento foi feito.

Costa considerou que as conclusões do relatório são "deslocadas" e negou que tivesse demorado a agir no BES. Também recusou que tivesse conduzido o processo que levou ao afastamento de Ricardo Salgado da liderança do BES só por cartas.

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG